Slide 1
ENDEREÇO NOVO

Desde 03/11/2016, estamos atendendo na Rua Alvarenga,623 - Butantã São Paulo-SP.

Leia o COMUNICADO completo.
Slide 2
A NATUREZA AGRADECE
A BONGAS tem responsabilidade socioambiental,
trabalhamos com a preocupação de causar o menor dano possível à natureza.
saiba mais...
Slide 2
ATUADORES
Atuadores Elétricos Rotativos em Tecnopolímero.
para válvulas esfera e borboleta.
conheça os ATUADORES>
Slide 3
VÁLVULAS PNEUMÁTICAS PARA VAPOR
Válvulas de assento inclinado com atuador pneumático.>

Slide 4
ATUADORES PNEUMÁTICOS
Para válvulas esfera e borboleta.


Slide 5
POSICIONADORES ELETROPNEUMATICOS
Para atuador pneumático.

conheça os POSICIONADORES >
Slide 4
ATUADORES ELÉTRICOS ROTATIVOS EM ALUMÍNIO - INDUSTRIAIS
Para válvulas esfera e borboleta.

Notícias


Em quais atividades as máquinas poderão nos substituir. E quando. 2017-06-28

Estudo pediu que especialistas em inteligência artificial estimassem o que os robôs serão capazes de fazer ao longo do tempo

As máquinas que espelham habilidades humanas e “pensam” por conta própria não pertencem mais somente ao universo da ficção científica. Veículos que se dirigem sozinhos, chamados de autônomos, por exemplo, são realidade. Eles estão sendo desenvolvidos pelo Google e por outras empresas de tecnologia e poderão deixar milhões de motoristas desempregados na próxima década.

Pensando nos desafios dessa transição, como o próprio desemprego, a criação de novas políticas públicas, leis e mecanismos de regulação para a presença da inteligência artificial (IA) na vida cotidiana, pesquisadores da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, e da Universidade de Oxford, na Inglaterra, realizaram uma pesquisa com os maiores especialistas em IA no mundo, buscando antecipar e se preparar para os avanços iminentes dessa tecnologia.

O estudo “When Will AI Exceed Human Performance? Evidence from AI Experts” (Quando a inteligência artificial irá ultrapassar a performance humana? Indícios de especialistas em IA) foi publicado no dia 30 de maio.

Entre as previsões, várias estão marcadas para se realizarem ainda nos próximos dez anos. No documento, há uma tabela completa com as estimativas feitas, de acordo com a média das respostas dos participantes.

Eles acreditam que há uma chance de 50% de que esse tipo de tecnologia supere os seres humanos em todas as tarefas em 45 anos e em todas as profissões em 120 anos, pela média das respostas. Nesse aspecto, pesquisadores asiáticos preveem que isso aconteça muito antes que os americanos.

No total, 352 pesquisadores responderam ao questionário, enviado por e-mail a 1.634 pessoas da área. Todas elas tiveram, em 2015, publicações que participaram em duas das maiores conferências do mundo acadêmico sobre aprendizado de máquina (ou “machine learning”, em inglês, técnica em que um sistema apreende informações e executa uma tarefa baseada nelas): NIPS e ICML.

  • O que e quando Traduzir um texto melhor do que uma pessoa fluente em ambas as línguas (mas sem experiência em tradução): em 8 anos
  • Escrever uma redação de ensino médio para a aula de história que obtenha nota alta e passe ao teste de plágio: 9,6 anos
  • Escrever um livro que entre para a lista de best-sellers do jornal “The New York Times”: 33 anos
  • Dobrar roupas tão bem e tão rápido quanto um empregado de loja de roupas: 5,6 anos
  • Responder a questões factuais melhor do que qualquer especialista no assunto: em 7,2 anos
  • Jogar Angry Birds melhor do que todos os melhores jogadores humanos: em 3 anos
  • Compor uma música que entre para o Top 40 americano: em 11,4 anos

 

O impacto da substituição

Parte das perguntas do questionário enviado se preocupava em prever também os riscos e impactos sociais da evolução da IA ao atingir o que o estudo define como “high-level machine intelligence” (alto nível de inteligência de máquinas, abreviado pela sigla HLMI). Esse nível é alcançado quando máquinas são capazes de realizar qualquer tarefa sem interferência humana, melhor e mais barato do que um trabalhador.

O estudo desejava angariar previsões para questões como: o progresso da inteligência artificial crescerá enormemente uma vez que seu próprio desenvolvimento seja assumido por máquinas? Como o HLMI afetará o crescimento econômico? Quais as chances de que isso traga consequências extremas (positivas ou negativas)? O que deve ser feito para assegurar que o progresso da IA seja benéfico?

O material organiza algumas descobertas chave nesses aspectos:

  • Um progresso imenso na IA após atingir o estágio de HLMI é visto como possível, mas improvável. A probabilidade média de que, dois anos após atingir esse estágio, a performance das máquinas estaria muito acima da humana em todas as tarefas foi registrada em 10%
  • Atingir esse alto nível de inteligência das máquinas provavelmente trará resultados positivos, mas riscos catastróficos são avaliados como possíveis. A probabilidade média de resultados bons foi de 25%, 20% para extremamente bons, 10% para resultados ruins e 5% para extremamente ruins (o restante respondeu “neutro”)
  • Pesquisas direcionadas a minimizar riscos da IA devem ser priorizadas, segundo 48% dos cientistas

 

Fonte: NEXO


 


 

The online free HTML tool . They are all free online tools.